O miserável novo evangelho

O novo evangelho que o mundo e a cultura aplaudem, é meramente social, é um cristianismo sem Cristo, um perdão sem arrependimento, uma salvação sem regeneração; um Deus sem santidade, um céu sem inferno. (Josemar Bessa).

Quando li esse pequeno texto fiquei meditei acerca do evangelho que as Escrituras nos apresentam, e o que os “evangélicos” acreditam e pregam. Infelizmente é esse evangelho descrito por Josemar Bessa, que nos é muitas vezes pregado nos púlpitos das igrejas; um evangelho medíocre que é oferecido como sendo o EVANGELHO da Escritura. Vamos analisar o “novo evangelho”, ou melhor, o falso evangelho, este de muitas facilidades, que não conhece renuncia, tudo é permitido; onde o homem é o centro e realiza todo o processo da salvação e Cristo apenas complementa.

O Novo evangelho ou Falso evangelho?

Quando falamos desse novo evangelho, falamos de “boas novas”, ou “alegres notícias”, isso quer dizer que a finalidade do evangelho é alegrar os pecadores, é massagear o ego das pessoas dizendo o que elas querem ouvir, falar e pensar, sem contradizê-las. E muitos pregadores da atualidade pregam justamente aquilo que as pessoas querem ouvir, a fim de agradá-las e torná-las adeptas ao evangelho. Aqui Cristo é anunciado apenas como salvador, amoroso, o solucionador de todos os problemas. Promessas de riqueza, saúde, fama e poder tem sido anunciadas como sendo o evangelho. “Venha e aceite Jesus e terá direito a essas bênçãos”. Nesse novo evangelho é o homem quem aceita a Cristo, é ele quem decide o que quer, o homem é o centro, o culto tem que ser como lhe agrada e, sem falar que suas músicas são todas centradas em si, onde Deus é apenas um mero empregado que tem a obrigação de satisfazer seus desejos.

E é justamente a pregação desse novo evangelho, que tem inchado o cristianismo, um evangelho que não converte vidas, apenas convence, não regenera. Onde não há renúncia, esta é a razão pela qual a igreja não tem mais incomodado o mundo. Onde a maioria dos crentes estão cegos, pois, consideram esse inchaço uma conquista, quando na verdade é o sintoma de que algo não vai nada bem com a igreja de Cristo.

O antigo e verdadeiro evangelho é centrado na cruz, onde Cristo é o centro e tudo é feito por Ele, por meio Dele e para Ele. Não está preocupado em agradar homens, antes sua única finalidade é a glória de Deus! Gostaria de citar a música do grupo Logos “O Evangelho” que resume de forma espetacular e sublime o que é o evangelho.

Por Luciana Barbosa

O Evangelho (Logos)

Mas o verdadeiro evangelho exalta a Deus
Ele é tão claro como a água que eu bebi
E não se negocia sua essência e poder
Se camuflado a excelência perderá!

Refrão
O evangelho é que desvenda os nossos olhos
E desamarra todo nó que já se fez
Porém, ninguém será liberto, sem que clame
Arrependido aos pés de Cristo, o Rei dos reis.

O evangelho mostra o homem morto em seu pecar
Sem condições de levantar-se por si só …
A menos que, Jesus que é justo, o arranque de onde está
E o justifique, e o apresente ao Pai.

Mostra ainda a justiça de um Deus
Que é bem maior que qualquer força ou ficção
Que não seria injusto se me deixasse perecer
Mas soberano em graça me escolheu

É por isso que não posso me esquecer
Sendo seu servo, não Lhe digo o que fazer
Determinando ou marcando hora para acontecer
O que Sua vontade mostrará.

Refrão
O evangelho é que desvenda os nossos olhos
E desamarra todo nó que já se fez
Porém, ninguém será liberto, sem que clame
Arrependido aos pés de Cristo, o Rei dos reis.

Porém, ninguém será liberto, sem que clame
Arrependido aos pés de Cristo, o Rei dos reis.

Eu sinto verdadeiro espanto no meu coração
Em constatar que o evangelho já mudou.
Quem ontem era servo agora acha-se Senhor
E diz a Deus como Ele tem que ser …

http://www.cristianismosimples.net/index.php?pagina=1214795086_12

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × dois =