O que cantamos hoje nas igrejas?

É errado falar palavrão?
19 de agosto de 2014
Desafio aos jovens: obediência às autoridades
4 de novembro de 2014
O que cantamos hoje nas igrejas?
O que cantamos hoje nas igrejas?
Rate this post

Como poderíamos definir o conceito de adoração, segundo as Escrituras? “Indubitavelmente, o primeiro fundamento da justiça é a adoração a Deus” – João Calvino. Antes de começar a ler esse texto gostaria que você refletisse sobre suas últimas canções ao Senhor. Não continue lendo sem refletir, isso é um pedido.

“Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.” João 4.24

Hoje precisamos entender e refletir sobre as música cantadas nas igrejas, como poderíamos definir esse tempo de tantas “criações espantosas”, louvores triunfalistas, antropocêntricos, heréticos, humanistas, distantes e desassociado com os ensinos das Escrituras Sagradas? Definir conceitos seria um bom começo, percebo que por falta de conceitos esclarecido muitos vivem convictos, porém não percebem a gravidade do erro e em que nível chegaram. O que seria adoração? “Adoração é atribuir honra a alguém que é digno”. Na minha aula de Culto Cristão no seminário teológico, ouvi o meu professor por várias vezes conceituar o “Culto Cristão” como a manifestação do sagrado.

Nosso culto deve ser dedicado e oferecido ao Senhor, isso deve ser uma manifestação do sagrado, o dever supremo daqueles feitos à imagem de Deus é “atribuir dignidade” àquele em quem vivemos, nos movemos e temos a nossa existência. Atos 17:28

O que encontramos hoje são músicos, grupos de louvor que não se importam em conhecer verdadeiramente a Deus, não examinam o que cantam e simplesmente cantam qualquer tipo de canção levando com isso multidões a pularem, gritarem como se estivesse em qualquer outro lugar menos na casa de Deus. Esses músicos tocam na hora do louvor e depois muitos deles não ouvem a exposição bíblica porque estão lá fora: fazendo o que mesmo? Quando o convite para evangelizar é feito, eles dizem que são “levitas” (nomenclatura errada) e não missionários. Tempo difícil esse!

A nossa realidade está longe do que encontramos na Palavra de Deus. Em alguns momentos fui questionada por alguns jovens sobre arte na igreja, grupos de danças e teatros, eis o perigo da contextualização, existem sim os dons e talentos dado por Deus ao Seu povo. Encontramos hoje não somente problemas com as canções, existem também peças de teatro e novos estilos de danças que nem se quer percebemos, erros gravíssimos sendo apresentados durante os nossos cultos dominicais. Peças que colocam “Jesus” sendo vencido e amarrado por Satanás, dançarinos no estilo da “swingueira gospel” ferindo de forma explícita os fundamentos básicos da sã doutrina, sem nem mencionar a agressão teológica que encontramos de forma bem explícita.

Devemos voltar as Escrituras, como os crentes em Beréia, ser examinadores e provar tudo conforme os princípios cristãos. “Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim.” Atos 17.11

Muitos falam de avivamento, creio que isso pode acontecer, mais precede de exposição bíblica e arrependimento. Precisamos de uma urgente Sola Escriptura! Grupos de louvor, nossa adoração deve refletir a adoração do céu, na qual todos os que estão ao redor do trono de Deus dão-lhe glória. “O Pai procura a tais que assim o adorem” João 4:23. Grupos de teatros e danças façam isso para a glória de Deus, sejam suas peças e suas danças conforme as Escrituras. (Ressalva em relação a arte no Culto)

É nesse momento que a supremacia de Cristo, soberania e santidade de Deus, atributos de Deus, glória de Deus precisam ser reverenciadas, exaltadas e glorificada pelo seu povo em louvor e em adoração. É nesse momento que o Evangelho pode ser anunciado em forma de canção, as Escrituras podem ser ensinada em forma de melodia. Não quero levantar o assunto da salmodia exclusiva (mesmo valorizando muito), contudo devemos olhar para as Escrituras e entender que a adoração sempre foi coerente, confessional e revelacional de acordo com o conhecimento de Deus. Exemplos como o de Davi, Moisés, Maria, Miriã são relevantes sim, pois adoraram ao Senhor de forma suprema.

Nesses últimos dias ouvi uma canção e me alegrei, fiz dela a minha oração. Pude sentir a esperança de que é possível voltar a ter Cristo como o centro da nossa adoração, ter Bíblia na canção, oferecer a Deus um culto que somente a Ele é devido. Anderson Freire – Colisão. Então fui analisar, observem os versos também.

Preciso ser o oposto do que o mundo é [Rm 12.2]
Bater de frente com os meus desejos [1Co 9.27]
Resistir o mal até o fim uma hora ele fugirá de mim [Tg 4.7]
Preciso ser preservador de bons costumes, evitar as más conversações [1Co 15.33; 2Tm 2.16]
Me policiar quando meus impulsos, ultrapassam o limite da emoção [Gl 5.24]
Preciso guardar meu corpo, lembrar que ele é um templo santo do Pai [1Co 6.19]
Preciso ter atitude, largar o meu assento e caminhar com Deus [Mt 9.9]
Hoje é tempo de fortalecer a fé, colidir com o mundo e ficar de pé [Rm 10.17; Ef 6.1]
Mais que conhecer, preciso viver a verdade revelada [Tg 1.22-25]
Hoje é tempo de renunciar meu eu [Mt 16.24]
Lembrar que numa cruz alguém por mim morreu [Mc 16.6]
Hoje é minha vez, agora sou eu, vou morrer pro mundo e viver pra Deus [Gl 2.20; 6.14]

Adoração deve ser o interesse central dos cristãos. Não é uma questão periférica, mas a “substância última” da Fé Cristã. Ele é Espírito e importa que assim o adoremos, EM VERDADE! Agora diante da sua reflexão no inicio, como está a sua adoração a Ele? Devemos a Deus toda a Glória, para Ele toda adoração!

A Ele toda a Glória, Rm 11.36

___________________________________________________
Fonte: O que é Adoração? – William Shishko

1 Comentário

  1. Azemir Francisco Dias disse:

    É, mas o que leva as pessoas a agirem assim é a falta de amor, zelo, temor,conhecimento de Deus. Também o desejo de auto promoção em todos os sentidos. Esquecemos que um dia compareceremos diante de Deus; ou no Tribunal de Cristo (para os salvos), ou no Trono Branco (para os não salvos. Você está salvo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.