Estilo de vida evangelistico

Para se pensar em o que é um estilo de vida evangelístico, indubitavelmente, a que se pensar primeiro no significado da expressão “estilo” em seguida “estilo de vida” os mais variados estilos de vidas possíveis e existentes para entendermos de fato o que é um estilo de vida evangelístico. Pois bem, vamos então as definições:

Estilo – A palavra estilo, do latim stilu(m), no contexto em questão é um modo de vida; um procedimento, uma atitude, uma maneira de ser.

Também pode ser definido como: Uso, costume, hábito, modo: ex: vestir segundo o estilo da época.

Estilo de vida – É uma expressão moderna que se refere à estratificação da sociedade por meio de aspectos comportamentais, expressos geralmente sob a forma de padrões de consumo, rotinas, hábitos ou uma forma de vida adaptada ao dia-a-dia. Estilo de vida é a forma pela qual uma pessoa ou um grupo de pessoas vivenciam o mundo e, em conseqüência, se comportam e fazem escolhas.

Conceituando as expressões descobrimos, por exemplo, que uma pessoa que diz possuir um estilo de vida atlético é, sem dúvida, alguém que não seja sedentário, que pratica exercícios físicos todos os dias, que não consegue viver sem a prática desportiva.

Alguém que se apresenta como tendo um estilo de vida boêmio é o indivíduo “que leva uma vida desregrada”, num estilo de vida caracterizado pela despreocupação com relação a bens materiais, a grandes projetos, às normas. O que leva vida despreocupada; farrista; vadio; estróina.

Outro por exemplo que se apresenta como tendo um estilo de vida empreendedor é aquele detentor de um espírito independente, que inicia uma atividade empresarial para satisfazer as suas ambições de independência. Que centra a sua atenção na dinamização de atividade econômica, criando, comprando ou contribuindo para o crescimento de empresas, em resposta a oportunidades de negócio identificadas.

Do mesmo modo podemos entender que alguém que se apresenta como tendo um estilo de vida evangelístico, seja aquele que faz de sua vida, do seu trabalho, do seu tempo, de suas oportunidades motivos para anunciar que Cristo morreu pelos nossos pecados e ressuscitou, que Ele nos ama e que o pecador precisa arrepender-se dos seus pecados para ser salvo do inferno, começando de nossa rua, cidade e até os confins da terra. Estilo de vida evangelístico, não é e nem pode ser resumido a freqüentar uma igreja uma vez por semana, participar de grupos e ou departamentos, juntas evangelísticas, momentos e eventos. Estilo de vida evangelístico tem que necessariamente ser o nosso respirar conforme At. 1:8; I Co. 15:1-4; At. 3:19; Mat 28:19;Jos 1:8ª; Deut 6:6-9.

Sem fazer da nossa vida, tempo, emprego, profissão, oportunidades, um motivo para testemunharmos, sem falar sobre pecado, arrependimento, morte e ressurreição de Cristo, jamais poderemos dizer que temos um estilo de vida evangelístico, estaremos enganados e podemos estar enganando as pessoas com falsas promessas que Deus não faz em Sua Palavra.

Vislumbro com tristeza e pesar no coração que infelizmente poucos dos que fomos lavados e remidos no sangue do cordeiro temos tido de fato um real “estilo de vida evangelístico”.

Que o nosso Deus tenha misericórdia de nós.

MdC

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 2 =